24 DE NOV 2017    0 comentário    Imprensa Sindjud    47 visualizações

 

Retomando a organização de atividades em conjunto para fortalecer a defesa dos trabalhadores do Poder Judiciário, a Fenajud – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados – e Fenajufe – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União – realizam na sexta-feira (24), o I Encontro Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho. A Diretora de Saúde, Climeni Araújo, está presente no encontro, que acontece no San Marco Hotel, em Brasília.

O objetivo é aprofundar discussão  de extrema relevância na manutenção da qualidade de vida dos trabalhadores do Judiciário nos estados, federais e dos trabalhadores do MPU. Para isso, estão previstas palestras que irão relacionar a qualidade de saúde mental aos processos, métodos e organização do trabalho, bem como a relação direta destes fenômenos com o assédio moral no trabalho.

Para tratar dos temas foram convidados os Psicólogos Eduardo Pinto e Silva, Daniela Yglezias e Bruno Chapadeiro,  e o Médico do Trabalho Rogério Dornelles. O evento tem como atividades previstas um relaxamento envolvendo os participantes e a confecção da Carta de Brasília, com medidas orientadas para a defesa da Qualidade de Vida dos trabalhadores do Judiciário e MPU.

PROGRAMAÇÂO

9h30min – Painel: Modelos de Gestão Produtivistas e Sofrimento Mental no Trabalho

Eduardo Pinto e Silva – Psicólogo (abordagem: Modelos de Gestão e Saúde Mental)
Rogerio Dornelles – Médico do Trabalho (abordagem: PJe, Teletrabalho e Saúde do Servidor)

10h30 - Debate em plenário

11h30 - Considerações finais pelos painelistas

12h – almoço

13h30min – Violências no Trabalho e Assédio Moral

- Daniela Yglezias  de Castro Pietro - Psicóloga do NPI/SESA/TJDFT, Mestre e Doutora em Psicologia Clínica pela UnB, Membro da Sociedade de Psicanálise de Brasília (abordagem: Suicídio e Síndrome de Burnoud)

- Bruno Chapadeiro – Psicólogo, Perito Judicial, Mestre em Ciências Sociais, doutorando em Educação pela Unicamp e estágio pela Sorbonne (abordagem: Assédio Moral)

14h30 - Debate em plenário

15h30 - Considerações finais pelos painelistas

16h – Dinâmica de relaxamento – oficina de alongamento ou outra que trabalhe o relaxamento e já ajude na integração entre participantes.

16h30 – intervalo para lanche

17h – Mesa encaminhamentos – Carta de Brasília

18h - Encerramento

Com informações da FENAJUD

 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS